Quinta-feira, 23 de Junho de 2005
Fim do prazo
Ao ler um artigo no jornal dei de caras com a frase "como bons Portugueses tradicionalmente só pagamos no fim do prazo".Esta frase pôs-me a pensar na minha atitude perante a situação.
Eu pago TUDO no fim do prazo.E TUDO quer dizer mesmo TUDO.
E fim do prazo quer dizer isso mesmo.
Já dei comigo a pagar,via internet, o seguro automóvel ás 23 horas do último dia de pagamento.Só não foi no último minuto, porque esta coisa dos pagamentos via net, ainda nos reservam algumas surpresas e convém prevenir algum precalço.
Mas esta atitude não tem nada a ver com tradição,não é nada disso.
Prazo é prazo,qual a diferença de ser cumprido no princípio ou no fim,desde que esse intervalo seja respeitado?
Para mim isto é uma questão de princípio.Pagar mesmo no limite é a maneira que eu tenho de mostrar revolta,de dizer que não concordo...........mesmo que..........ache justo.
Esta atitude enraízada em várias gerações não é nenhuma tradição, é sim um grito mudo, de um enorme sentimento colectivo de injustiça.


publicado por hagace às 17:40
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28


posts recentes

Vão lá roubar p'ró car......

O desafio

A empata.........

...................

Aniversário

Uma agradável surpresa

Passagem das horas - Álva...

Em nome do Pai, do F........

António Aleixo (5)

Era só um banco porra !!!

arquivos

Fevereiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

blogs SAPO
subscrever feeds