Sábado, 4 de Fevereiro de 2006
A empata.........
Devido a este episódio,ainda hoje não consegui perdoar o meu santo protector.

Eu andaria por volta dos meus vinte anos.Tinha terminado o ano escolar,e como era costume meti-me no comboio e rumei a sul onde passaria as férias na casa dos meus avós.Durante a viagem travei conhecimento com uma rapariga que levava o mesmo rumo,e quando chegamos ao nosso destino,já ela me tinha convencido (confesso que não foi nada dificíl) a passar uns dias no campismo com alguns amigos que a esperavam.
Quando estavamos a aguardar a camioneta que nos levaria até ao parque de campismo ,surge como que do nada a minha tia (...............) que tinha chegado de França para gozar as "vacanças".
Beijinho daqui,beijinho dali,enfim,as perguntas de ocasião na ocasião.Enquanto recebia o abraço e as palmadas nas costas do meu tio (tás cá dentro Quim),como que por inspiração divina a minha tia (.............)decidiu que eu tinha que ir para casa dela.

Assim mesmo.
- A rapariga vai ter com os amigos dela ao campismo e tu vens para minha casa.Passas lá uns dias.

Óh Quim !,..........éh pá.........por favor.............convence lá tua mulher.São só uns dias no campismo,eu passo o resto das férias na tua casa,eu até vou a França se vocês não se importarem,mas,por favor,deixem-me ir uns dias p'ró campismo com a minha............amiga.

Eu juro que cheguei a suplicar.Nada demoveu a minha tia (...........).

Há pouco,quando desliguei o telefone e a minha cara metade me perguntou com quem tinha estado a falar,respondi-lhe que era ..........a empata.

-A empata ??!! Nunca percebi porque chamas isso á tua tia (............)


publicado por hagace às 17:55
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2006 às 22:55
Venho da Rua do Beco que de beco apenas tem o nome, já que tem entrada e saída. Por isso, nunca poderia ser comparada à Rua do cu tapado, quanto muito seria a Rua do cu aberto eh eh eh.
Andei a bisbilhotar os posts mais antigos e estão, quanto a mim, na mesma linhagem de qualidade do presente mas diz-me: porque é que não configuras o blog para que os posts apareçam por mais tempo? assim não se podem comentar.
Um abraço e volta sempre à Rua do Beco que, por certo, não vais ficar entalado. Entra-se pela Rua do Terinho (que nos primórdios deveria chamar-se outeirinho, já que o local é uma espécie de miradouro situado num outeiro sobre a aldeia) e sai-se pela Rua do Vale. E não tem lama porque os meus queridos autarcas (P Q os P) a asfaltaram nas vésperas das eleições.
José S.
(http://ruadobeco.blogs.sapo.pt)
(mailto:jgjs2@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2006 às 22:05
Ai, os empatas... mê déus côme empátêm eheh. Gostei da tua visita :)marafada
(http://amarafada.blogspot.com)
(mailto:a-marafada@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2006 às 21:32
Olá Bezarranha!
O teu texto está espectacular!
Porque será que tu lhe chamaste "empata"? É difícil de adivinhar...LOLOLOL!
Cumprimentos.Hélder Durão
(http://personalbook.blogs.sapo.pt)
(mailto:helder_durao@hotmail.com)


De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2006 às 14:00
Gostei do teu espaço, e vim agradecer o teu mimo deixado no (0 meu olhar).tenho lá um desafio para ti...podes aceitar ???
um beijinho
Maria João
Maria João
</a>
(mailto:arcoiris.2005@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 17:34
ah ah ah! demais! olha.. bem-vindo de volta! já tinha saudades tuas! porra! :)) beijoka! *Milocas
(http://pipokinhacomsal.blogs.sapo.pt)
(mailto:amoraselvagem@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 13:58
A mim é que não me empataste nada, gostei imenso da tua visitinha lá pelo meu labirinto de parvoíces...Um algarvio?!!! Oh lá lá!!!
Bem vindo sempre :)gaivotadaria
(http://gaivotadaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 23:13
ahahaha bem re-boltado!!! Tou a ver que tenho que colocar um cantinho no meu reino para os sleepers ;) Deixei-te um desafio no meu blog se quiseres aceitar a bola é tua :D bjs da Princesapluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 15:22
Há coisas que é difícil perdoar e impossível esquecer,e então "empatas"...Andesman
(http://opalanegra.blogs.pt)
(mailto:zedegois1@sapo.pt)


Comentar post